UpInside Treinamentos

Manipule suas strings com INSTR, CHAR_LENGTH, LEFT, RIGHT e SUBSTRING

Para não perder o costume, vamos entender como funciona mais funções no banco de dados com a finalidade sempre de retirar algumas responsabilidades da aplicação.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Salve salve galera, olha quem está aqui novamente!

A pauta de hoje são funções para aplicar nas suas strings. Dependendo da necessidade, você pode simplificar a sua query usando as funções que vamos ver na aula de hoje e ainda poupar mais algumas responsabilidades da aplicação.

Mas porque eu bato tanto na tecla de tirar responsabilidade da aplicação?

Veja bem, o PHP como sabemos é interpretado e não é novidade para ninguém... É bem mais custoso para o servidor (e relativamente mais demorado) fazer a consulta e tratar as informações dentro do loop da aplicação!

Óbvio que o loop tem que continuar existindo, e se você faz tudo dentro do loop não quer dizer que você está errado; mas podemos estudar a possibilidade de aumentar a velocidade de renderização da sua página.

Todas as funções que estamos vendo nessa série de artigos de banco de dados que estamos vendo, tem que ser de domínio universal dos webmasters. Isso tem que ser rotineiro :)

Então aqueça as pontas dos dedos, e bora fazer os exercícios comigo e aplicar nas suas queries atuais... Porque logo logo o curso de Banco de Dados com MariaDB sai do forno!

Já ficou sabendo da novidade? Dá uma olhada no menu cursos e me conta o que achou dos novos cursos "em cartaz na UP.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Manipule suas strings com INSTR, CHAR_LENGTH, LEFT, RIGHT e SUBSTRING

Já temos 6 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Marcos Paulo  Santos

Marcos Paulo Santos

Show de bola!
Muito bom!

Apesar de não está tão familiarizado com Banco de dados pois estou iniciando minha caminhada com a UP.

vlw!
★★★★★DIA 23.04.17 22h23RESPONDER
Gustavo Web
Enviando Comentário Fechar :/
Gustavo Web

Gustavo Web

Fala Marcos, mas fique tranquilo! Se correr com o conteúdo da tempo tranquilo de acompanhar a turma :)


Semanalmente eu estou postando conteúdo novo e geralmente relacionado a banco de dados... Passe sempre por aqui e me diga o que está achando, e se você está aplicando esses recursos nas suas queries, seria muuuito bacana saber que a galera já está empregando os novos recursos.

★★★★★DIA 24.04.17 09h40RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Roger  Toledo

Roger Toledo

Muito bom Gustavo!!!
Gosto muito de banco de dados e gosto dessa abordagem tira a responsabilidade da aplicação tratar os dados no banco.
Aproveitando, comecei a usar o Linux Mint para os meus projetos e buscando um substituto linux para o Heidi descobri que é possível utilizar o NetBeans para acessar nosso DB e fazer consultas, muito prático, não substitui o Heidi mas ajuda.

Abraço!

Roger Toledo
★★★★★DIA 22.04.17 13h19RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Gustavo Web

Gustavo Web

Falaaa Roger, tudo beleza? Banco de dados é uma coisa linda de due :)


O netbeans até faz uma conexão com o banco, mas a utilidade dele é puxar a estrutura do banco de dados para ficar mais fácil de usar o autocomplete com o nome das tabelas e dos campos... Para gerenciamento e execução de consultas, recomendo mesmo um aplicativo para controlar o SGDB. No linux recomendo o Navicat (que é pago) ou o mysql workbench!

★★★★★DIA 24.04.17 09h32RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Alisson Pereira Santana

Alisson Pereira Santana

Mais uma vez show de bola Gustavo, parabéns!
★★★★★DIA 22.04.17 12h07RESPONDER
Gustavo Web
Enviando Comentário Fechar :/
Gustavo Web

Gustavo Web

Vai anotando aí, que o acervo de funções para o MariaDB está inflando :)

★★★★★DIA 24.04.17 09h29RESPONDER
Alisson Pereira Santana
Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/