UpInside Treinamentos

Replace, Repeate e Reverse diretamente no MariaDB

Mais recursos que você pode aplicar diretamente na sua query para inserir ou resgatar informações para tirar mais um pouco da carga da aplicação e transferir para o banco de dados.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar na UpInside

Salve salve webmaster, Gustavo Web aqui mais uma vez com algumas funções para colocar em prática na criação das suas queries. As funções são bem básicas e muuuuuito tranquilas de se trabalhar na aplicação do código.

Um resumo do que será visto nessa aula:

Aplicação da função REPLACE e os 3 parâmetros que devem ser informados para executar essa consulta no MariaDB com sucesso! E ainda deixo a dica de usar o UPPER ou o LOWER para converter todos os caracteres em maiúsculos ou minúsculos para que tenha certeza de que será aplicado em todas as ocorrências da string :)

O REPEAT também não tem segredo, a string (ou o campo da sua tabela) como primeiro parâmetro e o segundo parâmetro com a quantidade de vezes que deseja repetir esse conteúdo.

E o REVERSE que só precisa de um parâmetro, que será escrito de trás pra frente. Essa função tem pouco uso, mas é interessante você saber que ela existe!

Então faz o seguinte agora, toca o play no vídeo aí e depois me conta aqui abaixo na área de comentários o que está achando e o pedido para os próximos vídeos... fechado?

Aquele abraço, e a gente se vê no próximo post.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar na UpInside

Olá, deixe seu comentário para Replace, Repeate e Reverse diretamente no MariaDB

Já temos 6 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Marcos Paulo Santos

Marcos Paulo Santos

Bacana mesmo Gustavo!

Do jeito que vc tá mandando faz parecer que não é tão dificil assim!!!

vlw!!
★★★★★DIA 23.04.17 22h03RESPONDER
Gustavo Web
Enviando Comentário Fechar :/
Gustavo Web

Gustavo Web

Salve salve Marcos, hehehe pois é! De fato não é difícil, mas essa é só a pontinha do iceberg. Esse post series que estou passando são funções nativas da ferramenta e é de uso essencial quando a gente partir para um próximo nível de escrita de queries.


Fique de olho :)

★★★★★DIA 24.04.17 09h37RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Cesar Moreira Borges

Cesar Moreira Borges

Bora pra esse Curso ae Gustavão
★★★★★DIA 18.04.17 10h36RESPONDER
Gustavo Web
Enviando Comentário Fechar :/
Gustavo Web

Gustavo Web

Está no forno! https://www.upinside.com.br/curso/banco-de-dados-com-mariadb

★★★★★DIA 18.04.17 10h47RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Guilherme Henrique

Guilherme Henrique

Olá Gustavo. Ótima vídeo aula. Se você for fazer o curso de BD, utilize outro software que esteja disponibilizado nas 3 plataformas. Windows, MAC ou Linux.
★★★★★DIA 17.04.17 21h01RESPONDER
Cesar Moreira Borges
Enviando Comentário Fechar :/
Gustavo Web

Gustavo Web

Fala Guilherme... O aplicativo é indiferente! Tanto faz o sistema operacional que você está utilizando ou o aplicativo para gerenciar o SGDB, você conseguirá chegar no mesmo resultado em qualquer um deles. Você só precisa abstrair o que está sendo mostrado na tela e adaptar para a sua realidade é raro o programa que tem disponível para as 3 plataformas e funciona legal... Até tem o navicat, mas ele é relativamente caro!

★★★★★DIA 18.04.17 09h23RESPONDER
Cesar Moreira Borges
Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/