Marketing e Conteúdo / Tráfego e Conversão

5 dicas para melhorar o trafego e a navegação na página inicial do seu site.

Sabemos que a página inicial é o canal de boas vindas do seu site. É aqui que temos a maior chance de converter seu prospecto, ou não. Veja 5 dicas para servir mais qualidade na página inicial do seu site!

Por Robson V. Leite

Publicado por Robson V. Leite
em 20/11/2014 às 11h35

Lista VIP UpInside

Entre para nossa lista VIP e receba vídeo aulas, artigos e tutoriais exclusivos e com prioridade

  QUERO ENTRAR
Compartilhe:

Olá @AlunoNome, neste artigo vamos falar um pouco sobre boas práticas e estratégias para melhorar sua página inicial e assim melhorar as taxas de conversão do seu site. São 5 dicas básicas, mas muito importantes.

Mas antes, precisamos entender que o foco aqui é a conversão de prospectos em clientes, ou ainda em manter o usuário navegando em seu site. Afinal, quanto mais conteúdo de qualidade servimos, mais chances temos de que esse usuário retorne a nosso site.

E falando em conteúdo, essa é a primeira dica.

1) SIRVA CONTEÚDO DE QUALIDADE:

Existe uma falsa ideia na internet que temos que servir muito conteúdo diariamente em nossos sites. Mas até que ponto isso é promissor? Será que vale tudo para trair mais usuários ao site? E ainda. Será que esse tipo de estratégia é sustentável?

A dica aqui é que vale mais 100 posts de qualidade do que 1000 posts mais ou menos. E a ideia é bem simples.

Todo site é construído com um nicho de mercado especifico. Quando recebemos nossos usuários, eles entram em nosso site por um link de interesse. Pesquisa, indicação, social. Seja qual for a origem do trafego, ele entrou procurando algo.

Se tivermos 100 posts dentro do site que forneçam conteúdo atrativo para esse usuário. A chance de navegação por mais conteúdo é bem maior. Com links de relação ou mais vistos você consegue servir mais conteúdo de interesse.

Ainda por ter menos posts e com mais qualidade, seu usuário vai consumir o conteúdo em menos tempo, vai aproveitar melhor esse conteúdo e ter uma experiência agradável.

Agora, se você tiver 1000 posts e entre eles 100 posts de primeira. A chance deste usuário bater em um conteúdo sem relevância antes de criar um vínculo é bem maior. O resultado? Talvez seu usuário saia e não volte mais.

Claro que a frequência também é importante. Afinal é muito raro você ler a mesma coisa 2 ou 3 vezes. Mas vale mais 1 post bom por semana, que 7 ganchos de conteúdo sem qualificação para seus prospectos.

Claro, se você tiver 1000 posts de primeira a conversão e rankeamento são bem maiores.

2) DESPERTE O INTERESSE SEM ENTREGAR O CONTEÚDO:

Estamos falando de página inicial, que é o link de entrada para seu conteúdo. Essa página deve ser tratada como uma capa. Sua função é exibir as atualizações e entregar valor e interesse ao seu usuário. Não o conteúdo!

Procure aqui servir uma boa hierarquia de conteúdo. Crie uma vitrine de seus posts e exiba apenas o essencial. Uma capa, um título e uma pequena descrição com links de acesso intuitivos para que o usuário navegue em seu site.

Sites que mostram muito na capa tendem a ter maior rejeição e menos rankeamento no Google. Isso acontece porque o motor entende que se o usuário não navegou é porque não gostou do que viu ou não encontrou o que o link propôs.

Também procure não servir muitos posts. Eu diria para você ficar entre 7 e 10 atualizações. Isso é importante pois esses posts terão seu rodizio. A medida que você posta novidades você está alterando o visual da capa.

Isso é importante para que o usuário tenha sempre um impacto diferente ao acessar seu site.

3) NADA É DE GRAÇA, PAGUE PELA INTERAÇÃO:

Não @AlunoNome, eu não estou falando de dinheiro. Essa dica é simples e muito importante para que seu site tenha realmente conversões positivas em servir links de compartilhamento, curtidas e tudo mais. A interação não deve ser requisitada e sim remunerada.

Sua moeda aqui é o conteúdo. Então não faz sentido você servir plug-ins de curtidas ou compartilhamento na página inicial do site. A não ser que você crie sua sharebox e consiga colocar esses links dentro do contexto do layout.

Mas no geral pense assim. Porque um usuário iria compartilhar ou curtir qualquer coisa antes de realmente gostar (curtir) daquilo? Então a página inicial do seu site não serve para pedir interações. Isso deve ser feito depois de entregar o conteúdo.

Mas claro, a página inicial pode fornecer prova social. Então em vez de servir uma ação de curtir, prefira servir uma box mostrando quantas pessoas já curtiram sua página. Isso gera engajamento com seu usuário.

A melhor prova social hoje é o like box do Facebook. Pois ele mostra (quando ocorre) os seus amigos que já curtiram aquilo, e isso é uma grande prova social. Se seu amigo gosta você aumenta a confiança do usuário no site.

Nem preciso dizer porque né?

4) EVITE TIRAR SEU USUÁRIO DO SITE:

A página inicial do site tem por conquista a maior relevância para links. É como se fosse nosso MAPA do projeto. Sabemos naturalmente que a home foi construída para indicar o conteúdo do site. Nos levar até os melhores, mais vistos e últimos posts do mesmo.

Nosso comportamento? Qualquer usuário que entre em um site pela página inicial procura links para clicar! Um caminho ou direção para chegar até um conteúdo que procura. Sem falar na pesquisa interna.

Então é muito importante que você evite links externos na página inicial. E esses links podem estar em banners do AdSense, parceiros, entre outros. Se seu usuário sair do site logo que acessa a página inicial, sua taxa de rejeição aumenta imediatamente.

5) MONITORE O COMPORTAMENTO:

Existem várias formas de você monitorar o comportamento dos seus usuários. O GA (Google Analytics) é a melhor e mais completa ferramenta para isso.

Com o monitoramento correto você consegue saber muito mais do seu público. Monitorando a pesquisa por exemplo. Você consegue saber com precisão o que cada usuário procura dentro do seu site. Com isso você pode saber sobre o que escrever no futuro.

Você também pode criar vários funís dentro do GA. Criando um passo a passo de URL, um link de entrada ou até um destino, e assim saber quantos usuários estão convertendo aquele objetivo. Assim você pode melhorar ainda mais a experiência deste usuário nesse quesito.

Por fim, você ainda pode criar alertas de trafego. Quantos % melhorou com relação ao dia, mês, semana anteriorm entre outros. Assim quando você posta um novo título ou cria alguma estratégia diferente. Você consegue saber se aquilo deu certo ou não.

Isso funciona para o site em um todo. Mas veja que é possível saber se sua página inicial está conseguindo essas conversões. Monitorar os links e saber se está realmente intuitivo para o usuário navegar a partir dela.

E ai @AlunoNome. Gostou destas dicas? Então deixe seu comentário logo abaixo. Tire suas dúvidas e sugira mais algumas dicas para o próximo artigo.

Compartilhe:

Em Marketing e Conteúdo:

Deixe seu comentário: