Marketing e Conteúdo / Tráfego e Conversão

As pessoas não leem o que você escreve? Você conhece Copywriting?

Em tradução copywriting não passa de uma redação. Mas no mundo do marketing digital é uma poderosa técnica capaz de influenciar crenças e melhorar seu conteúdo.

Por Robson V. Leite

Publicado por Robson V. Leite
em 30/10/2014 às 20h58

Lista VIP UpInside

Entre para nossa lista VIP e receba vídeo aulas, artigos e tutoriais exclusivos e com prioridade

  QUERO ENTRAR
Compartilhe:

Não, Copywriting não tem nada a ver com Copyright, estamos falando de técnicas de redação e não de direitos autorais. E você vai entender logo abaixo os princípios básicos dessa poderosa técnica, e dicas para criar seus textos ou Copy’s.

@AlunoNome, se você é aluno de qualquer curso e já utilizou o suporte ou ainda se utiliza a comunidade, com certeza percebeu que eu realizo algumas alterações e faço revisões em todas as publicações feitas em ambos os canais.

Essas alterações são feitas para aplicar o pouco que sei de Copy para melhorar a leitura e o entendimento dos posts. Utilizo isso também em tudo que faço, e por mais simples que sejam as dicas que vou dar aqui, elas podem melhorar muito seus resultados.

Mas Antes:

Copywriting: São técnicas usadas para criar e-mail marketing, slogans, letras, conteúdo de páginas web, anúncios e outros conteúdos em todos os meios de comunicação que você possa imaginar. Já considerada uma pratica de SEO, possui uma gama de conceitos para ampliar suas vendas e melhorar seus textos.

Copy: É uma redação produzida pela técnica copywriting. Uma cópia produzida para fins de marketing ou produção. A Copy tem o poder de aumentar suas vendas ou influenciar em suas crenças.

Caso queira se aprofundar mais no assunto: en.wikipedia.org/wiki/Copywriting

Básicos de Uma Copy:

Para criar uma copy temos um padrão de observação a ser seguido, e quero que vocês pratiquem isso aqui na UpInside como em seus sites, blogs, cartas, entre outros.

Mas se você tem o costume de escrever no papel higiênico não precisa utilizar Copywriting. Acho que nem essa técnica tem o poder de fazer alguém ler nele. :/

As dicas básicas de uma copy são: despertar o interesse, manter o foco, e ser breve e o mais informativo possível. Não desvie o assunto, e antes de postar, leia e veja se você entende claramente o que foi escrito! Além disso procure olhar o texto como um layout. Eu já falo mais sobre isso!

Existem vários conceitos como red lines para títulos, gatilhos mentais, estratégias de conversão, engajamento e muito mais. Mas vamos ficar aqui em dicas básicas para ampliar a leitura e melhorar a organização do seu conteúdo.

Dicas de Formatação:

Para ter uma boa leitura você deve pensar primeiro em dividir seu texto em partes cruciais de entendimento. Quando concluir uma ideia de UM ENTER e inicie outro parágrafo. Muitas linhas agrupadas tiram a atenção, muitas quebras de linha tiram o foco!

Logo a primeira dica é: Procure mante seus parágrafos com 3 ou 4 linhas. Procure escrever textos seguindo um padrão de quebra. Isso traz um conforto maior na leitura. Esse texto é um exemplo. Veja a segmentação dos parágrafos.

Por E-mail: Se a copy for um e-mail. Tente passar o máximo de informações possíveis e manter seu texto de 3 a 5 parágrafos. E sim, mantendo seus parágrafos em volta das 3 linhas cada. E-mails são coisas rápidas, o que vem depois do 5º parágrafo geralmente não é lido.

Ainda nos e-mails, se você for servir links. Lembre-se de manter o foco, distribua entre seus parágrafos o mesmo link por duas ou três vezes. O contexto aqui é totalmente visual. Olhe e veja se os links estão bem colocados por volta do texto.

Isso também vai fazer com que você foque mais em divulgar esse link, pois você vai se curvar a criar entradas de textos distribuídas para jogar os links, e automaticamente seu texto terá um foco maior no assunto.

Não sirva links diferentes no mesmo e-mail a não ser que isso seja caso de vida ou morte. Ok, ok. Forcei um pouco. Mas você entendeu!?!

Na Web:

Em um site você não tem a limitação de quantidade de parágrafos, mas é bom manter o layout. Pense em seu texto assim, se você olhar para o texto como um layout você pode analisar se ele está bem distribuído durante cada ideia proposta.

Destaques e subitens: Quando for possível, distribuído e não for poluir, destaque os textos importantes. Mas tente manter sempre menos de 15% do conteúdo destacada. Se você destacar mais que isso a atenção é reduzida. Você passa a ter um conteúdo em duas medidas e não um conteúdo de destaque.

E por fim, fale sobre o que você entende, se não entende o suficiente para falar sobre um assunto, procure se informar mais. Pesquise mais fontes e tente servir sua visão sobre o assunto, e não copiar o que já foi dito.

Como você viu, os segredos na trilha do sucesso são muitos. Temos inúmeras técnicas e ferramentas para nos apoiar e melhorar nossos resultados nesse mundo do marketing da conversão. Isso é vida!

Espero que tenha gostado desse artigo @AlunoNome. Foi mais um post introdutório sobre o assunto e gostaria que você deixasse sua dúvida sobre o assunto. Preciso de dúvidas para produzir minhas próximas Copys sobre.

E tenho certeza que juntos podemos ser muito mais produtivos. Comente!

Compartilhe:

Em Marketing e Conteúdo:

Deixe seu comentário: