Marketing e Conteúdo / Tráfego e Conversão

Desenvolvimento orientado a conversão. Isso existe?

Quais são os passos básicos para se desenvolver um site com alta taxa de conversão? O que devemos fazer para que nossos projetos tenham resultados positivos sempre? E o que não devemos fazer?

Por Robson V. Leite

Publicado por Robson V. Leite
em 30/09/2014 às 10h30

Lista VIP UpInside

Entre para nossa lista VIP e receba vídeo aulas, artigos e tutoriais exclusivos e com prioridade

  QUERO ENTRAR
Compartilhe:

Olá @AlunoNome, neste artigo quero falar um pouco sobre o desenvolvimento orientado a conversões. Uma técnica que estamos abordando fortemente no Curso Work Series - HTML5 do Jeito Certo. E que é capaz de gerar resultados incríveis.

Muitas vezes quando iniciamos um projeto temos um objetivo claro. E na hora de desenvolver acabamos por não aplicar uma estratégia para esses objetivos. Ou ainda esquecemos de pensar no mais importante e o porquê.

Sempre que iniciamos um projeto temos que saber que o mais importante sempre será o conteúdo. Ele que traz o trafego, que desperta interesses e sendo um conteúdo de qualidade, é ele que vai destacar seu projeto dos milhares do mesmo nicho na internet.

E não devemos esquecer nunca que esse conteúdo é criado para um público, uma audiência. E esse é o porquê criamos esse conteúdo. Temos que atingir o maior número de usuários interessados neste produto.

Quando pensamos em desenvolver projetos orientados a conversão, passamos a utilizar essa audiência como principal ferramenta para propagar nosso produto. E ai temos um como?!

OBS: Não tente criar conteúdo baseado em nicho. Como ganhar dinheiro é algo que gera muito trafego. Mas você gosta de falar disso? Quer viver as custas de um nicho que não é seu? Fale do que ama!

VOCÊ PRECISA DE UM AVATAR:

O primeiro passo antes de montar uma estratégia de conversão é criar seu avatar. Para fazer isso você deve se colocar no lugar do seu público. Tentar entender que tipo de conteúdo seu avatar quer consumir, e servir ele.

Assumindo um avatar você poderá mensurar o tipo de conteúdo que você compartilharia, em que tipo de lista você teria interesse em cadastrar seu e-mail para receber novidades, que tipo de anúncios você gostaria de ver no site. E por fim, por qual conteúdo você pagaria.

Com seu avatar pronto é hora de apertar o botão do start.

TUDO DEVE SER INTUÍTIVO:

Quando você iniciar o desenvolvimento de uma página seja ela qual for, o primeiro a se pensar é no ponto de conversão. Qualquer página pode e deve ter um ponto de conversão. Contato, categoria, empresa, produto. Todas elas têm uma meta que deve ser cumprida. Algumas delas tem mais de uma!

Depois de entender o objetivo da página, tente servir isso da forma mais intuitiva possível. E para isso temos três regras básicas.

  1. Nada de receber adiantado.
  2. Não troque conteúdo por interação.
  3. Sirva uma meta de cada vez.

Não entendeu? Eu explico.

ERROS DE CONVERSÃO:

Para entender como servir metas claras temos que saber sobre o conceito de dobra. Cada página do seu site tem um contexto e serve seu conteúdo em dobras de documento. Uma dobra é tudo que seu usuário consegue ver sem rolar a página.

A primeira dobra é a mais importante.

Nada de receber adiantado: Muitos cometem o erro de servir blocos de conversão antes ou logo no começo da primeira dobra. Quando você serve uma conversão você está pedindo um pagamento ao seu usuário. Seja um compartilhamento um o lead.

Você paga adiantado por algo que nem sabe se vai gostar de consumir? Seu usuário provavelmente não. Então primeiro sirva o conteúdo, e se seu usuário gostar do que consumiu vai se sentir grato, e provavelmente vai converter.

Não troque conteúdo por interação: Muitos cometem o erro de deixar de servir mais conteúdo para servir conversões. Deixam de colocar artigos relacionados ou uma continuação de leitura para servir um share box ou um lead gate.

Isso é um erro, pois deixa a sensação que o conteúdo acabou, que tudo que seu usuário buscava já foi encontrado, e logo ele não precisa mais de você. Já quando temos mais conteúdo é mais fácil de coletar um lead. Seu usuário vai querer deixar o e-mail para receber novidades sobre o assunto!

Logo pense em servir a conversão como um prêmio. Em um exemplo seria passar a ideia de: Veja nosso conteúdo relacionado. Gostou? Então deixe seu e-mail e receba novidades em primeira mão!

Sirva uma meta de cada vez: Voltando as dobras, tente estruturar seu site para servir uma meta de conversão de cada vez. Pode até ser a mesma meta. Você pode servir Share, compre agora, deixe seu e-mail, entre outros em pontos estratégicos da sua página.

Pode repetir o botão de compra logo após o valor e depois das sessões de descrição e características do produto. O que você não deve fazer é repetir ou servir duas metas na mesma dobra de conversão. E o que você pode fazer e sempre servir uma meta por dobra!

Por favor, nada de share gates: Tem coisa mais chata que você clicar em um link do Facebook para ver um conteúdo e ser obrigado a curtir ou compartilhar para consumi-lo?

RESUMINDO A OPERA:

Toda e qualquer página do seu site deve servir metas de conversão. Você deve orquestrar isso de forma que fique intuítivo para seu usuário tomar a ação.

Mas nunca deve ser forçado, depois de consumir se o conteúdo for bom, sem dúvidas você vai converter e além disso ganhar um usuário que provavelmente vai retornar ou "favoritar" seu site.

E isso @AlunoNome. Espero que tenha curtido esse tutorial. Ahh, minha meta de conversão está logo abaixo :)

Compartilhe:

Em Marketing e Conteúdo:

Deixe seu comentário: