Desenvolvimento Web / Otimização de Sites

Propague seu conteúdo na internet com Social Media Optimization (SMO)

Metas para servir conteúdo para redes sociais e aplicações que ajudam sua audiência a propagar seu conteúdo. Essas são as técnicas de SMO!

Por Robson V. Leite

Publicado por Robson V. Leite
em 13/08/2014 às 14h17

Lista VIP UpInside

Entre para nossa lista VIP e receba vídeo aulas, artigos e tutoriais exclusivos e com prioridade

  QUERO ENTRAR
Compartilhe:

Nos últimos posts abri as categorias de SEO e SEM, neste vamos falar do terceiro pilar do marketing para internet. O SMO, que trata de um conjunto de técnicas para que possamos propagar conteúdo nas redes sociais.

Mas qual a importância disso?

Bom @AlunoNome, todos estamos na internet em busca de audiência, essa audiência chega ao nosso site através do tráfego, que é gerado a partir de um conteúdo de qualidade. Mas esse conteúdo tem que chegar as pessoas de alguma forma.

As redes sociais são como funis de tráfego. Onde temos uma qualificação antecipada, pois quando sua audiência curte, compartilha ou comenta alguma coisa. Você passa a ser recomendado. Veja que em anúncios pagos como no caso do SEM, é você como empresa que está indicando seu conteúdo. Isso converte sim.

Mas no caso das redes sociais, quem indica o conteúdo são seus amigos. E você confia mais em seus amigos ou em uma empresa que você não conhece?

Neste caso, basta construir uma audiência primaria e manter qualidade de conteúdo e atendimento para que os resultados comecem a aparecer. Tendo uma base de clientes seguindo sua página e com um bom engajamento. Você passa a ter a melhor ferramenta para criar um viral na internet e converter em milhares de acessos.

Se seu funil estiver preparado para converter. Isso pode resultar em muitos leads, que através de outras mídias como e-mail marketing, você vai converter em clientes. E é claro, muitas vezes você nem vai precisar de mais um passo para ganhar um cliente.

Como funciona o SMO?

O SMO assim como o SEO tem sua base iniciada no head do seu site. Onde servimos tags para definir o conteúdo, imagem, link e outras informações que são usadas pelos motores e plugins das redes sociais. Sim, elas também têm robôs.

Essas tags foram todas explicadas no Curso Work Series - PHP Orientado a Objetos. Se você está nele já as conhece.

Com as tags servidas conseguimos melhorar o conteúdo e fornecer uma semântica maior na hora que alguém compartilha suas publicações. Podendo escolher uma imagem de exibição, o título e uma descrição. Assim como indicar o link correto de visitação.

Com as metas servidas você só precisa posicionar os botões de compartilhamento em locais estratégicos em suas páginas. E lembre-se, compartilhar é o topo da conversão. Curtidas e comentários contam sim. Mas um share vale mais que mil beijinhos.

Isso é o básico, o Facebook por exemplo permite você vincular isso a um APP. E assim você consegue mensurar melhor os resultados.

Já o Google+ permite você conectar sua página via meta dados e assim alavancar seu ranking de SEO. Você passa a ter mais autoridade nos assuntos abordados e o resultado são melhores posicionamentos na busca. Veja que temos aqui um ótimo negócio para o SEO.

Avançando um Pouco Mais!

As técnicas de SMO mais avançadas hoje nos permitem inclusive controlar o perfil dos usuários via API. Isso é feito com uma autorização do mesmo. Com a configuração de um APP ou gerando um token de API temos os famosos logins pelas redes sociais. Você com certeza a se conectou por algum deles.

De fato esse é o ponto máximo do SMO, pois conseguimos coletar todos os dados do usuário com essa autenticação. É tudo muito seguro quando feito de forma correta. E entre as permissões algumas redes permitem inclusive que você publique em nome do usuário.

Veja a dimensão disso em uma promoção. Com apenas um clique do usuário você poderia obter todos os dados deste, publicar uma chamada para divulgar no perfil dele, obter a lista de amigos do mesmo, entre outros.

São ferramentas realmente fascinantes.

Conteúdo e engajamento:

Batemos aqui novamente @AlunoNome. Veja que em todas as técnicas de otimização e marketing, temos sempre que pensar no conteúdo e no atendimento ou no laço criado com sua audiência. E no SMO isso também é muito importante.

Para que suas campanhas em redes sociais decolem, e preciso que seu público engaje com seu conteúdo. De nada adianta milhares de views e pouca conversão. Nas redes sociais você entra em um ambiente onde quem tem o poder são as pessoas.

Quanto mais fãs sem esse engajamento você tem. Mais difícil fica de promover seu produto nas mídias sócias. Basta pensar um pouco em SEM, onde você paga para divulgar um produto.

Se você tem muitos seguidores que não tem interesse neste, e realiza uma campanha paga para divulgar uma meia de algodão rosa. Você acaba pagando para alcançar pessoas que não usam meias de algodão.

Então técnicas para conseguir milhares de fãs servem. Mas devem ter um foco! A dica é. Não desvie do seu assunto. Sorteio de brindes convertem muito bem. Mas se estiver fora de seu mercado com intenção de converter em likes, plus zones ou fallows. Você terá um público sem interesse em seu produto.

É obvio que sortear um MACBOOK vai converter milhares de seguidores a mais que uma meia de algodão rosa. Mas você vai converter audiência não qualificada.

Enfim:

Bom @AlunoNome, sempre que for pensar em marketing digital seja qual técnica você estiver aplicando. Basicamente pense primeiro em conteúdo, engajamento, uma boa experiência de usuário (UX), e ferramentas que permitam a conversão de resultados.

E lembre-se que o foco é ganhar o cliente para seu site e nunca para a rede social em si. Ter milhões de fãs e nem um lead não vai te ajudar em muita coisa.

Agora que já falamos dos três pilares do marketing digital, e temos canais para isso aqui na UPINSIDE. Vamos começar a trabalhar para entender cada um deles.

E então @AlunoNome. Por onde começamos? SEO, SEM ou SMO?

Compartilhe:

Em Desenvolvimento Web:

Deixe seu comentário: